Eventos

<<  Dezembro 2017  >>
 S  T  Q  Q  S  S  D 
      1  2  3
  4  5  6  7  8  910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Segunda - 11 de Dezembro de 2017
Cultura faz homenagem ao maestro Denisar
Cultura
Escrito por André Rossi   
Seg, 02 de Julho de 2012 16:32
RECONHECIMENTO

 
 
O maestro Denisar Luiz Guidolim, 62, será homenageado no dia 28 de junho (quinta-feira), às 20h, no Centro Educacional e Pedagógico Engenheiro Antônio Costa Galvão. Trata-se do projeto “Entre Amigos”, que homenageia pessoas importantes do ponto de vista cultural para a sociedade rio-pedrense. 

O primeiro contato de Denisar com instrumentos musicais foi aos 10 anos de idade, ao aprender a tocar trompete instruído pelo maestro “Zico Gaiola”, que dava aulas em sua residência. A paixão pelo trompete também foi influenciada por Antenor Cortellazzi, que Denisar considera seu “pai musical”. 

Durante o ensino fundamental cursado na escola Professor Manoel da Costa Neves (Macone), Denisar tinha aulas de canto com o professor Vicente Gimenes. Foi nesse momento que ele começou a se aprofundar mais na parte técnica da música, tendo suas primeiras noções de tonalidades e leituras de claves. Nesse contexto, surgiu a primeira fanfarra do Macone, iniciativa dos professores Olavo Arruda Mello e Juciê Roberto Siqueira e tinha como instrutor o senhor Benedito Andrade, o Ditão. 

“Eu tinha mais ou menos 12 anos quando a fanfarra do Macone foi de ônibus para São Pedro para participarmos de um desfile, mas o Ditão foi de carro. No meio do caminho, houve um problema no carro, o que fez ele se atrasar. Com isso, o Juciê pediu para que eu tomasse a frente da fanfarra desde o início do desfile tocando trompete, que era função do Ditão. No meio do desfile, quando ele finalmente chegou, eu já estava voltando para o meu lugar lá atrás no desfile, porém ele fez sinal para que eu continuasse lá e foi para o meu lugar. Esse foi meu início como instrutor de fanfarras”, relembra Denisar.

Além de instruir a Banda Antenor Cortellazzi desde a primeira formação na década de 1980 (que contava com 450 integrantes, a maior da América Latina), Denisar também integrou a fanfarra do Colégio Salesiano Dom Bosco, se apresentava com conjuntos musicais em bailes, ajudou a montar a fanfarra da cidade de São Bernardo do Campo –SP, entre outros projetos.

“Recebo com muita alegria essa homenagem em nome de todos os antigos membros da banda Antenor Cortellazzi. Para mim, nunca foi sacrifício nenhum instruir a banda, já que esse sempre foi meu hobby e eu gosto muito de fazê-lo”, diz Denisar. 

Outras curiosidades, histórias e detalhes das contribuições culturais de Denisar poderão ser conferidas no próximo dia 28 durante a homenagem, que será realizada pela Secretaria de Cultura. O evento é gratuito, mas é preciso retirar o ingresso antecipadamente até o fim da tarde do dia 28 na Secretaria de Cultura. O telefone para mais informações é (19) 3493-6300. 

 
Copyright © 2009 - 2017 - O RIO-PEDRENSE. Site desenvolvido por CM+P
Rua Massud Coury, 864, Bom Jesus, Rio das Pedras-SP - CEP: 13390-000 - Tel: (19) 3493-2156