Eventos

<<  Dezembro 2017  >>
 S  T  Q  Q  S  S  D 
      1  2  3
  4  5  6  7  8  910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Segunda - 11 de Dezembro de 2017
Pinga-Fogo
Pinga-Fogo
Escrito por Administrator   
Sex, 24 de Agosto de 2012 13:04
DESEMPREGO
E na oportunidade que noticiamos o fechamento da Usina São José, no início de julho, convidamos o senhor secretário de Indústria e Comércio, Francisco Eduardo Marrano, para que ele nos escrevesse informando o que foi feito pela secretaria para contornar o impacto do fechamento de 1.200 postos de trabalho. 
 
DESEMPREGO 2
A resposta não veio. Quem nos trouxe um indício do impacto negativo esta semana foi o jornal  “A Tribuna de Rio das Pedras”. Segundo o periódico, a geração de vagas de empregos em Rio das Pedras caiu 45,8% nos primeiros seis meses deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado. Os dados são do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados).
 
DESEMPREGO 3
No ano passado, o saldo positivo de contrações foi de 2.358 vagas no primeiro semestre,  contra 1.079 nos primeiros seis primeiros meses deste ano. As empresas estão contratando bem menos e demitindo bem mais do que no ano passado.
 
PERDEMOS   
E uma das empresas coreanas anunciadas para vir para Rio das Pedras e gerar cerca de 300 empregos já deu para trás. Não vem mais. O terreno que seria utilizado pela empresa, às margens da rodovia Nelson Caproni (Rio das Pedras-Mombuca) já está sendo loteado e distribuído a empresas menores da própria cidade. As informações são de uma fonte mais caudalosa que as de Águas de Lindóia. 
 
SERÁ?
Esta fonte tem fortes suspeitas de que a distribuição dos lotes poderia estar sendo feita com fins eleitorais. Será?
 
NOMA 
Rio das Pedras já perdeu outras empresas importantes, como a Noma carrocerias, que namorou com a cidade até o último minuto, mas como não há uma ação no sentido de  preparar a cidade para a vinda de empresas de tal porte, no final das contas a direção da indústria acabou se decidindo por ir embora para Tatuí, onde já se instalou e já está operando.
 
NOMA 2 
A falha de Rio das Pedras no caso foi a de não se antecipar e desapropriar terrenos para disponibilizar às empresas que certamente virão procurar a cidade por conta do bom momento de Piracicaba e pela duplicação da Rodovia do Açúcar. 
 
NOMA 3 
No caso da Noma, a preferência total  era para Rio das Pedras, mas a demora para encontrar o terreno foi desgastando a relação. Quando enfim um terreno foi acertado, uma nascente foi encontrada no local. O cumprimento das exigências  ambientais retardaria demais o processo, por isso a empresa, os empregos e o aumento da receita foram embora junto com a empresa para Tatuí. 
 
COINCIDÊNCIA?
Outro fato que chama a atenção é a contratação de um grande número de estagiários para trabalhar na prefeitura nos próximos três meses. Seriam 37 os estagiários nomeados no dia 6 de julho, o último dia para que demissões e admissões antes do período eleitoral pudessem ser feitas. As informações são de um vereador ouvido pela reportagem. As contratações seriam coincidência ou uso da máquina pública para fins eleitorais? 
 
COINCIDÊNCIA 2 ?
E não é só para estagiários que teriam sido baixadas novas portarias de contratação. Haveria uma série de outros contratados para cargos em comissão nesta reta final.  
 
VIROU FESTA 
E as substituições de funcionários públicos licenciados para concorrer a vereador por parentes, então? Primeiro foi no secretariado – os secretários tiveram de se licenciar antes dos funcionários de segundo escalão. Depois que o pessoal do segundo escalão se afastou, virou uma festa. 
 
VIROU FESTA 2 
O que tem de filho, irmão, primo, irmã, mãe e pai ocupando as vagas abertas pelos licenciados é brincadeira. Tem gente de olho nisso e levantando os dados. 
 
RAPUNZEL
E o dossiê com os dados da tal festa feita com o uso do dinheiro público para, ao que tudo indica, promover um candidato já está pronto. Semana que vem deve ser entregue ao vereador Didiu, que irá entrar com uma representação na Justiça Eleitoral pedindo a impugnação do candidato supostamente beneficiado. 
 
RAPUNZEL 2
Da parte do jornal, seria mais simples não ter de perder tempo com esse tipo de coisa, até porque temos muito trabalho a fazer para produzir conteúdo agradável e construtivo. Mas quando alguém declara guerra, duas são as alternativas: ou o lado que agrediu levanta a bandeira branca ou terá de aguentar o chumbo trocado. 
 
RAPUNZEL 3
E nesse caso há um personagem especial, que tem assumido o papel de herói para defender seus candidatos de escolha. Nos bastidores da política, vem sendo chamado de xerife de tranças. Só que o tal xerife metido a herói começou a mexer com muita gente que ele nem conhece e a troco de nada. Menos, meu camarada, menos!
 
RAPUNZEL 4
E paralelo a representação contra o candidato a vereador defendido pelo xerife de tranças/herói, será encaminhada uma representação para que ele não desempenhe sua função em questões eleitorais. 
 
RAPUNZEL 5
Porque ao mesmo tempo em que estaria perseguindo uma coligação, prevaricaria (ou seja, deixaria de cumprir com sua obrigação) para defender outro candidato concorrente, em situação idêntica. E as provas de que ele defende abertamente um dos candidatos a prefeito e dos candidatos a vereador já estão todas juntadas no dossiê. Ou seja, ele não tem isenção para cumprir com o seu dever no que diz respeito às questões eleitorais.
 
CORPO A CORPO 
E a política nas ruas tem ganhado forma nos últimos dias. Kiko Merloto, Dr. Júlio e Carlos Defavari têm partido para o corpo a corpo nas ruas. Kiko tem preferido visitas casa a casa enquanto Dr. Júlio faz grandes caravanas pelos bairros. O calor humano com que o médico é recebido nos bairros mais populares e populosos é espantoso . As pessoas saem das casas para vê-lo e algumas até correm para abraçá-lo. O carisma e a popularidade do Dr. Júlio parecem  andar mesmo em alta com o povo. 
 
 

 
Copyright © 2009 - 2017 - O RIO-PEDRENSE. Site desenvolvido por CM+P
Rua Massud Coury, 864, Bom Jesus, Rio das Pedras-SP - CEP: 13390-000 - Tel: (19) 3493-2156