Eventos

<<  Dezembro 2017  >>
 S  T  Q  Q  S  S  D 
      1  2  3
  4  5  6  7  8  910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Domingo - 17 de Dezembro de 2017
Dicas de Entretenimento da semana
Entretenimento
Escrito por André Rossi   
Sex, 30 de Novembro de 2012 13:02
Um conto para a atual geração
 
 
 
Em tempos de tecnologia, fácil acesso a informação e, especialmente, desmitificação das lendas, é cada vez mais difícil fazer com que crianças acreditem em histórias como Papai Noel e Coelhinho da Páscoa por muito tempo. Pelo visto, o pessoal da Paramount Pictures (responsável por “Como Treinar Seu Dragão”) e o produtor Guillermo del Toro (que dirigiu “Hellboy” 1 e 2) sabem disso, o que fez com que investissem em uma animação que mesclasse lendas com a “pegada” da geração do século XXI. Estamos falando de “A Origem dos Guardiões”. 
 
Papai Noel tem fama de ser uma das lendas mais queridas das crianças. Por isso, ele é o líder dos guardiões e tem uma postura bem “punk”: roupas pesadas, tatuagens no braço e gosto por velocidade (seu trenó que o diga). Já o Coelho da Páscoa é o braço direito do Noel e tem características de alguém que ocupa tal função: é rápido, furtivo e consegue se infiltrar facilmente em locais.
 
Com isso, fica evidente várias o quanto Guillermo del Toro, que é um nerd assumido, influenciou na obra, fazendo com que os guardiões sejam um super grupo de RPG. Com a qualidade da Paramount Pictures e o talento de del Toro para finalizar o roteiro, é muito provável que “A Origem dos Guardiões” seja uma das melhores animações do ano.
 
Na trama, quando o espírito maligno Pitch (Jude Law) decide dominar o mundo, os guardiões imortais precisam se reunir para proteger, com seus poderes extraordinários, as crenças das crianças do mundo inteiro. Liderados pelo Papai Noel (Alec Baldwin), o grupo é também formado pela Fada do Dente (Isla Fisher), Jack Frost (Chris Pine), Coelho da Páscoa (Hugh Jackman) e Sandman. 


 
Dylan Dog: infelizmente, nada funciona
 
 
 
Cultuada na Itália, onde foi criada em 1986, a hq “Dylan Dog” é um fenômeno local até hoje. No Brasil, poucas edições foram lançadas, mas são alvo de desejo dos colecionadores em fóruns da internet e sites de leilões. Com isso, havia uma grande expectativa para o filme “Dylan Dog e as Criaturas da Noite”. Porém, o resultado foi desastroso.
 
O maior problema do filme é que o roteiro adaptou muito mal as hq’s, tirando todo o sarcasmo e colocando no lugar piadas “pastelão”. O ator que vive Dylan é Brandon Routh (Superman – O Retorno), que mostra o quão sem personalidade é, variando poucas vezes sua expressão facial entre “confuso” e “sorridente”. Para piorar, o fiel parceiro de Dylan, Groucho, famoso pelas piadas malucas e inteligência, foi substituído por um jovem genérico para deixar a obra mais “jovem”. E para os fãs do clarinete de Dylan, resta apenas lamentar: ele só toca o instrumento por cerca de três minutos.
 
Na trama, o detetive Dylan Dog era habituado a lidar com criaturas sobrenaturais ao executar seu trabalho e era o intermediador entre o mundo dos vivos e o das criaturas da noite. Entretanto, depois da morte da sua esposa, ele se “aposentou” e passou a cuidar de casos comuns, como investigações de adultério. Porém, quando o pai de uma moça é assassinado por um lobisomem, ele se vê obrigado a desvendar o mistério em torno do ocorrido, que pode ser bem mais do que aparenta. Para tanto ele conta com a ajuda de Marcus (Sam Huntington), seu fiel assistente.

 
F1 Race Stars quer conquistar as crianças
 
 
 
Apesar de ser a categoria automobilística que mais envolve dinheiro, a F1 tem sérias dificuldades em atrair novos públicos e conquistar o interesse das crianças, especialmente no Brasil, que sofre com a falta de grandes ídolos desde a morte de Senna. Pensando em tudo isso, a empresa CodeMasters (a mesma que produz o jogo da F1) lançou na última quinta-feira (29/11) o game “F1 Race Stars”, uma espécie de “Mario Kart”, só que com os pilotos da F1.
 
Além de contar com todos os pilotos, o game é extremamente bem feito, divertido e adapta muito bem elementos da F1. Ao longo da corrida, seu carro sofre danos, tanto quando você bate quanto quando algum piloto utiliza algum poder em você. Para reparar os danos, é preciso entrar nos boxes, que são pequenos desvios na pista. 
 
Todas as pistas contem referências a cultura de cada país e os itens especiais (famosos poderzinhos) são hilários, indo desde uma habilidade que permite que você “voe” na pista como uma garrafa de champagne estourando ou até mesmo acionando uma chuva, onde os pilotos se dão mal, menos você que fica com pneus para chuva.

 
Produção de “O Hobbit” lança site com receitas
 
 
 
Como todos já sabem, dia 14 de dezembro chega aos cinemas “O Hobbit: Uma Jornada Inesperada”, o primeiro de uma trilogia que adapta o livro “O Hobbit”. E a produção está investindo pesado em marketing, tanto que acaba de lançar um site com as receitas especiais de Bombur, o cozinheiro da Companhia dos Anões.
 
Pratos como “Biscoito do Bilbo”, “Carne Moída com batata dos Hobbit’s”, “Torta de Fruta Some Some” e “Peixe Recheado com Fígado” são algumas das receitas disponíveis. Também é possível enviar a sua própria receita da Terra Média.
 
O site é omelete.uol.com.br/hobbit/cinema/o-hobbit-ganha-site-de-receitas-da-terra-media/. 


Dica
 
O Sesc Piracicaba promove nessa sexta-feira (30/11) o show da banda Pedra Branca.
 
O grupo traz um espetáculo de música que dialoga com dança, difundindo a multiculturalidade criativa desenvolvida em suas sonoridades e pesquisas, integrando a música étnica tradicional mundial com vertentes da música urbana.
 
Os ingressos custam R$ 2 (trabalhadores do comércio de bens e serviços matriculados), R$ 4 (usuários, estudantes, idosos e professores de rede pública) e R$ 8 (inteira). O show começa às 20h no Teatro do Sesc, que fica na rua Ipiranga, 155, no centro. O telefone para mais informações é o (19) 3437-9292.

 
Copyright © 2009 - 2017 - O RIO-PEDRENSE. Site desenvolvido por CM+P
Rua Massud Coury, 864, Bom Jesus, Rio das Pedras-SP - CEP: 13390-000 - Tel: (19) 3493-2156