Eventos

<<  Dezembro 2017  >>
 S  T  Q  Q  S  S  D 
      1  2  3
  4  5  6  7  8  910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Segunda - 11 de Dezembro de 2017
Dicas de Entretenimento da semana
Entretenimento
Escrito por André Rossi   
Sex, 21 de Dezembro de 2012 12:10
O Hobbit: Mais aventura, por favor
 
 
 
A trilogia “O Senhor dos Anéis”, dirigida por Peter Jackson e baseada na célebre obra de J.R. Tolkien, é uma das franquias mais idolatradas da história do cinema. Toda a trilogia tem o drama como fio condutor, fazendo com que os filmes sejam um tanto lentos em alguns momentos (além dos próprios livros também serem). Felizmente, o mesmo não acontece em “O Hobbit: Uma Jornada Inesperada”, que se passa antes dos eventos da trilogia.
 
Trata-se do primeiro filme da nova trilogia que tem como base o livro “O Hobbit” e alguns apêndices escritos por Tolkien depois de finalizar a obra. A característica mais marcante da história é o espírito de aventura, pois Tolkien optou por um estilo mais infantil para que seus filhos pudessem ler. 
 
Óbvio que o diretor dramatiza diversos momentos e busca criar pontes para ligar a trilogia anterior a essa, o que não prejudica o espírito de aventura da obra, que é o fator mais importante. Diversas mudanças foram feitas, tanto para adaptar um vilão “principal” nesse primeiro filme quanto para reintroduzir as pessoas naquele universo; a cena inicial, que é um flashback, faz isso de maneira majestosa.
 
Com a mais bela fotografia de 2012, o filme tem um ritmo dinâmico e depois dos primeiros quarenta minutos flui bem (mesmo tendo quase três horas de duração). Portanto, quem ficou com sono ou cansado durante “O Senhor dos Anéis” com certeza terá uma experiência melhor e mais divertida com essa nova trilogia.
 
Na trama, Bilbo Bolseiro vive uma vida pacata no condado, como a maioria dos hobbits. Um dia, aparece em sua porta o mago Gandalf, o Cinzento, que lhe promete uma aventura como nunca antes vista. Na companhia de 13 anões, Bilbo e Gandalf iniciam sua jornada com o objetivo de recuperar o tesouro dos anões e libertar o reino de Erebor, conquistado há tempos pelo dragão Smaug e que antes pertencia aos anões. No meio do caminho encontram elfos, trolls e, é claro, a criatura Gollum e seu precioso anel.


“Valente” de nome, covarde de alma
 
 
 
O filme “Valente” tinha tudo para quebrar paradigmas. Uma animação com uma protagonista mulher, “guerreira” e ainda por cima motivada por ideais que podem perfeitamente ser classificados como atos de independência, tinha tudo para ser interessantíssimo. Mas o resultado final fica bem longe disso.
 
Tudo se resume a uma história de mãe e filha e o filme não sai do lugar comum depois do primeiro ato. O resto é puro clichê: mãe e filha aprendem, crescem e se conhecem melhor juntas. Ou seja, as questões fundamentais levantadas no início não são aprofundadas e tudo se resume a: “ok, minha filha. Eu te entendo agora”. Um resultado muito abaixo das expectativas.
 
Na trama, a jovem princesa Merida foi criada pela mãe para ser a sucessora perfeita ao cargo de rainha, mas a garota rebelde não tem a menor vocação para isso. Quando uma competição é organizada para escolher seu futuro marido, Merida decide recorrer à ajuda de uma bruxa, a quem pede que sua mãe mude. Mas quando o feitiço surte efeito, a transformação da rainha não é exatamente o que Merida imaginava. Caberá à jovem ajudar a sua mãe e impedir que o reino entre em guerra com os povos vizinhos.


Forza Horizon: o melhor dos dois mundos
 
 
 
A franquia de corrida “Forza”, exclusiva do Xbox 360, é uma das melhores no gênero de games de simulação. Entretanto, por ter essa característica, a franquia sempre foi muito “certinha”. Para equilibrar um pouco as coisas, a Microsoft Studios lançou “Forza Horizon”, que une elementos de simulação com o melhor dos games de corrida arcade.
 
Com excelente narração em português brasileiro (até mesmo as estações de rádio foram dubladas), o game proporciona uma impressionante imersão no Festival Horizon, competição que envolve os melhores pilotos dos EUA em diversas provas pelas pistas, estradas e campos do Colorado. 
 
Além da ótima jogabilidade, o mundo aberto do game permite que você passeie em alta velocidade por onde quiser, o que rende pontos com patrocinadores. O mais legal em dirigir sem rumo é encontrar itens secretos, como placas de descontos para aprimoramentos nos seus veículos ou até mesmos carros clássicos escondidos em celeiros pelo mapa. 
 
 
“Jovem Nerd” lança guia contra a ameaça zumbi
 
 
 
O selo Nerdbooks, de Alexandre Ottoni e Deive Pazos, donos do site de Jovem Nerd, acaba de lançar o segundo livro da série “Protocolo Bluehand”, que dessa vez dá as diretrizes para sobreviver a um apocalipse Zumbi. O primeiro volume retrata os perigos da ameaça alienígena. 
 
O livro teve colaborações dos donos do site e foi escrito pelo autor e amigo da dupla Fábio Yabu (assinando com o codinome Abu Fobiya).
De forma bem humorada e divertida, o livro mostra técnicas de sobrevivência, proteção e defesa, sendo que o embate direto com os mortos-vivos só é mesmo recomendado em último caso.
 
A obra custa R$ 45 e está à venda na NerdStore (www.nerdstore.com.br)

 
Copyright © 2009 - 2017 - O RIO-PEDRENSE. Site desenvolvido por CM+P
Rua Massud Coury, 864, Bom Jesus, Rio das Pedras-SP - CEP: 13390-000 - Tel: (19) 3493-2156